Como funcionam as bombas peristálticas - industriais

Princípio de funcionamento da bomba peristáltica

Princípio de funcionamento da bomba peristáltica

Como funcionam as bombas peristálticas?

  • Bombas de processo Watson-Marlow

    Bombas de processo Watson-Marlow

    Quatro opções de drive, display colorido e menu intuitivo possibilitam indicação visual de status e exigem um mínimo de acionamento de teclas em toda sua linha.

  • Bombas de mangote Bredel

    Bombas de mangote Bredel

    Oferecendo máxima confiabilidade e menor manutenção em aplicações difíceis e de alto vazão, as bombas Bredel economizam tempo e dinheiro.

Roletes ou sapatas em bombas peristálticas comprimem a mangueira ou o mangote conforme giram, criando um vácuo que retira o fluido.

Nada entra em contato com o fluido além do mangote ou da mangueira da bomba, eliminando o risco de contaminação do fluido e vice-versa. A animação mostra o fluido sendo sugado para dentro do mangote na bomba que está preso pelo rolete do cabeçote, e sendo expelido quando o rolete seguinte passa sobre esse mesmo mangote. Conforme os roletes giram, forma-se um vácuo no mangote, puxando mais fluido para a passagem do rolo seguinte.

O fechamento completo do mangote quando ocluído (comprimido) entre o rolete e a pista, dá à bomba sua ação de deslocamento positivo, impedindo o contrafluxo e eliminando a necessidade de válvulas de retenção quando a bomba não está funcionando.

Demonstração gráfica do funcionamento de uma bomba peristáltica

Por que escolher uma bomba peristáltica industrial Watson-Marlow?

Trabalhando de perto com nossos clientes, demonstramos como nossas bombas garantem dosagem, transferência e enchimento precisos, para proporcionar eficiência significativa de processo com manutenção extremamente baixa e baixo custo de vida útil.

  • Encontre um produto

  • Encontrar um contato local

  • Ajuda e recomendações

    Para obter ajuda por favor contate-nos em:

    Teléfone: +34 931123544

    E-mail