Qdos 30 pump cut capital equipment costs

Três bombas de diafragma foram substituídas por uma bomba peristáltica de dosagem química Qdos em uma aplicação para dosagem de cloreto férrico.

Qdos pumps replace diaphragm pumps in a phosphorous coagulant iron III chloride dosing applicationBombas Qdos substituem bombas de diafragma em aplicação para dosagem de cloreto férrico.

A bomba Qdos 30 não só possibilitou um corte nos custos com bens de equipamentos, como também conseguiu reduzir significativamente os custos com manutenção e conserto em uma companhia localizada em Riepe, no noroeste da Alemanha.

Problemas com as bombas de diafragma

Com a finalidade de reduzir os níveis de fósforo na afluência de águas na cidade de Riepe, a companhia de saneamento local utiliza um processo de coagulação química no qual converte a solução de fosfato encontrada na água em compostos insolúveis de fosfatos que podem então ser isolados.

Anteriormente, uma bomba de diafragma bombeava o coagulante armazenado em containers no subterrâneo para o tanque de retenção, com dosagem real feita por duas bombas de diafragma adicionais - uma para uso constante e outra em modo de espera para caso de falha. Os diafragmas das bombas, no entanto, foram frequentemente corroídos pelos coagulantes químicos, demandando frequentes substituições e causando um crescente número de falhas ao processo.

"As bombas de diafragma também produzem fortíssima pulsação no fluxo, o que depois de algum tempo, levaria a sinais de desgaste nas conexões e válvulas ", diz Janssen, Gerente de Produção na planta de Riep. "O trabalho com manutenção começou a ocupar várias horas por mês; e além disso, tivemos que manter em estoque uma série de peças de reposição, inclusive diafragmas e válvulas ".

Outro problema com as bombas de diafragma foi a sucção. O ar sugado (canalizado) poderia bloquear as válvulas, tornando a bomba de diafragma inabilitada para operar e bombear. Como resultado, os níveis de fósforo na planta aumentaram, e no pior dos casos, as autoridades locais tiveram que ser notificadas.

O problema ocorria com frequência sempre que o estoque de coagulante era reabastecido. Aqui, as linhas de dosagem química tiveram de ser inundadas manualmente com água para permitir que as bombas de diafragma funcionassem.

Altos níveis de fosfato? Sem problemas

A bomba de dosagem peristáltica Qdos 30 da Watson-Marlow, embora ofereça uma vazão máxima de 500 ml/min, em nossa planta ela dosa 150 ml/min – mais que o suficiente para ocasiões em que há níveis elevados de fosfato na água. Uma única bomba Qdos tem conseguido sugar o cloreto férrico diretamente do tanque de armazenamento, o que significa que a bomba e o tanque de retenção, assim como a bomba backup, os interruptores de flutuador e outros eletrônicos associados, não estão sendo mais necessários.

"Enquanto as bombas de diafragma tiveram seus níveis de precisão reduzidos por conta de corrosão e desgaste dos seus diafragmas, a bomba Qdos tem se mostrado extremamente precisa, possibilitando a redução na freqüência de recalibração".

Total confiabilidade

O Sr. Janssen estima que, no total, a bomba Qdos economizou um tempo impressionante, entre duas a cinco horas por mês. "Ao nos aliviar dessa carga de trabalho e da economia feita em peças sobressalentes, o investimento retornou de forma rápida".

Saiba mais…

  • Encontre um produto

  • Encontrar um contato local

  • Ajuda e recomendações

    Para obter ajuda por favor contate-nos em:

    Telefone: +55 (11) 2155-4000

    Fax: +55 (11) 2155-4001

    E-mail