Aplicações APEX

APEX nas aplicações industriais

APEX nas aplicações industriais

As bombas APEX são ideais para aplicações industriais até 116 psi de pressão
Bomba de mangueira APEX

Bomba de mangueira APEX

Aumento no tempo de operação com mangueiras usinadas com precisão
Bombas APEX 28 e 35

Bombas APEX 28 e 35

Design sem selos e sem válvulas reduzem o custo total de propriedade

Contacte-nos


Para encomendar este produto, por favor contate-nos em:

Telefone: +55 (11) 2155-4000

Fax: +55 (11) 2155-4001

Você também pode nos enviar um e-mail ou encontrar seu distribuidor mais próximo

Overview

APEX in an industrial application

Dosagem de pigmento na fabricação de papel

Fábrica de papel instala bombas APEX para dosagem de pigmento abrasivo 

A fábrica de papel inglesa BillerudKorsnäs teve suas bombas de cavidade progressivas (PC) substituídas por Bombas Peristálticas APEX10 da WMFTG na aplicação de dosagem de pigmento para fabricação de papel kraft. A substituição dos equipamentos resolveu os problemas de desgaste do estator e rotor na bomba que causavam frequentemente queda na produção, paradas e necessidade de manutenção regular.




Pigmento abrasivo

A produção do papel kraft é uma aplicação que envolve a dosagem de um pigmento abrasivo no papel que é aplicado na etapa final para introduzir um tom de cor para certos graus. Essa dosagem tem de ser feita em baixo volume e com precisão. No entanto a natureza abrasiva do pigmento causa desgastes nos estatores e rotores das bombas de cavidade progressiva, levando a uma queda de desempenho. Como resultado, a equipe de engenharia aumentava a rotação do inversor no painel de controle para manter a vazão nos níveis necessários, aumentando ainda mais o desgaste. Entretanto, se a queda na vazão passasse despercebida, isso poderia levar a uma variação no tom e rejeição do papel. Considerando um ciclo de produção longo, o custo desse produto rejeitado aliado ao desgaste excessivo das peças, tornou o processo bem mais dispendioso.

Para o Gerente de Engenharia da companhia, a substituição pela tecnologia WMFTG foi uma opção natural "Nós estávamos tendo frequentemente quedas no desempenho, então decidimos abordar a situação com atenção, particularmente porque também consideramos os problemas com tempo de inatividade e manutenção. Outras bombas Watson-Marlow já estavam sendo usadas no local com muito sucesso, então elas foram a opção natural na escolha ".

 

Tempo de operação e continuidade

A sugestão da Watson-Marlow foi a utilização das bombas modelo APEX 10 nessa aplicação. As bombas APEX são projetadas para maior tempo de atividade e continuidade do processo. Através de atributos de projeto, como a dissipação de calor, mangotes usinados e sistema de esmagamento otimizado, as bombas APEX reduzem a fadiga do mangote em comparação com outras bombas peristálticas e quando a substituição do mangote é necessária, esta é uma tarefa rápida, que pode ser realizada no local até mesmo pelo pessoal da operação. Isso possibilitou ao cliente uma redução significativa nas paradas para manutenção, reduzindo assim os custos de propriedade, os custos operacionais e de reposição de estoque (o mangote é a única peça de reposição).

Desempenho confiável

“ Desde a instalação as bombas APEX10 tem operado de forma confiável ininterruptamente”, completou o Sr. Halhead, Gerente de Engenharia. “Estamos considerando agora a troca de outras bombas PC que temos em nossa planta por modelos APEX.”

 

APEX in an industrial application

Dosagem de lama de cal e transferência de lama com alto teor de sólidos à base de chumbo

As bombas Bredel APEX35 aumentam o padrão de qualidade e reduzem os custos de manutenção

A companhia de tratamento de água do Texas, Canyon Regional Water Authority, está interessada em obter uma alternativa à sua bomba de cavidade progressiva (PC) para aumentar a precisão no controle do pH. A estação de tratamento de água potável atualmente controla o pH por dosagem de cal utilizando uma bomba PC, que funciona aproximadamente de 12 a 16 horas por dia a uma vazão de 900 litros/ hora.

 

Fluxo confiável e consistente

A Watson-Marlow forneceu para teste uma bomba Bredel APEX35 para a fábrica da New Braunfels CRWA, para que os engenheiros pudessem enxergar os benefícios de se utilizar esse tipo de bomba para bombeamento de lama de cal. Primeiro porque a pouca consistência da vazão em uma bomba de cavidade progressiva pode causar flutuações no controle do pH e consequentemente variação na qualidade da água. A instalação de uma bomba APEX35 com uma vazão bem mais estável e consistente já eliminaria esse problema.

Outra grande vantagem prática desta nova bomba é a redução significativa na manutenção. A natureza abrasiva da pasta de cal requer manutenção em uma bomba de cavidade progressiva a cada três meses, parando a operação por até cinco horas até a conclusão. Além disso, a manutenção de uma PC muitas vezes requer troca de sobressalentes caros, como estatores, rotores ou revestimentos. Em contraste, a bomba APEX35 não exigiu nenhuma manutenção em seus primeiros seis meses de operação na CRWA e, quando foi finalmente necessária, não levou mais do que 30 minutos, sendo substituído apenas o mangote.

Comparação direta

O sucesso do teste da bomba APEX na CRWA foi replicado para a planta da Addenda Corporation, que está no processo de comparação da sua atual bomba com uma nova Bredel APEX35. Aqui, a tarefa envolve a transferência precisa de uma pasta muito abrasiva, com alto teor de sólidos à base de chumbo, por entre as fases do processo. A bomba já existente e a APEX35 estão sendo executadas exatamente nas mesmas condições de processo, com vazão de aproximadamente 2.500 litros / hora.

A bomba existente da empresa tem demandado troca de mangote a cada 8-9 meses, um período de tempo de atividade aceitável e econômico. A substituição dos mangotes das bombas APEX35 no entanto não é esperada antes dos 14 meses de funcionamento. Isto devido principalmente ao design da APEX, otimizado para aplicações de média pressão e mangotes de longa duração, aumentando assim o tempo de funcionamento da bomba nesta aplicação.

Vantagens para clientes que lidam com substâncias abrasivas

Ao manusear substâncias abrasivas, a grande vantagem das bombas APEX é que elas não possuem componentes de manutenção dispendiosos, como selos, válvulas, membranas, estatores, rotores ou gaxetas. Autoescorvantes, rodam a seco e sem válvulas internas, a tecnologia das bombas de mangote também auxilia seus usuários com a melhoria de processos, eliminando acessórios problemáticos, como válvulas de retenção, válvulas de contrapressão, válvulas de desgaste ou proteção para operar a seco. Consequentemente, as bombas de mangueira APEX são perfeitamente adequadas para a transferência e dosagem de fluidos abrasivos, corrosivos, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, gasosos, cristalinos ou mesmo fluidos com uma combinação dessas propriedades.

Projetada para longa vida útil

Outro fator importante para reduzir os custos de manutenção na Addenda é que a bomba APEX35 reduziu as compressões dos mangotes em até 18%, quando comparado ao mesmo volume transferido pela bomba já existente (que normalmente requer 1500 esmagamentos por cada 1000 litros). Além disso, a tecnologia de acoplamento direto e o rotor autosuportado na APEX35 ajudam a maximizar a vida do motoredutor e dos rolamentos.

 

APEX slurry transfer application

Salmoura abrasiva causa problemas em bombas de cavidade progressiva

A nova bomba Bredel APEX35 reduz custos de manutenção em empresa que fornece energia através do processamento de resíduos / lixo

O teste da nova bomba APEX35 da Watson-Marlow Fluid Technology Group na empresa alemã EEW Saarbrücken GmbH, produtora de energia proveniente de resíduos, demonstrou potencial para uma significativa redução nos custos de manutenção de suas bombas. Não só a bomba APEX35 funcionou sem obstrução por um período muito mais longo ao bombear a salmoura abrasiva, como também houve uma redução significativa no tempo de parada e nos custos de sobressalentes na operação da EEW.

A empresa alemã EEW Saarbrücken GmbH MHKW Pirmasens opera uma usina de energia à base de queima de resíduos em Pirmasens, na Alemanha. Todos os anos, a usina recicla cerca de 180 mil toneladas de resíduos, gerando cerca de 75 mil MWh de eletricidade (o suficiente para abastecer 20 mil casas) e 25 mil MWh de aquecimento urbano (o suficiente para 2000 famílias). Estes números também permitem que cerca de 52 milhões litros de óleo para calefação sejam economizados na produção de energia a cada ano.

Lama abrasiva

Entre as operações da usina está a separação do cloreto de sódio cristalizado da solução concentrada no processo da água antes do descarte. Aqui, uma centrífuga especial é usada para separar a solução da pasta de sal abrasiva (densidade 2,16 kg / l), denominada salmoura ou ‘solebrei’.

A EEW vem usando uma bomba de cavidade progressiva para alimentar a centrífuga (sucção afogada, com 1 bar de pressão traseira), durante aproximadamente 1 hora e meia a cada 3-4 horas em uma operação ininterrupta (24/7). No entanto, a natureza abrasiva da salmoura exigiu o reparo do estator ou do rotor da bomba PC todos os meses, juntamente com a substituição dos revestimentos. Além disso, não só levaria pelo menos quatro horas para realizar os reparos (utilizando sobressalentes caros), como a bomba também precisaria ser removida da linha de processo.

Insatisfeito com a situação, os engenheiros da EEW solicitaram um teste com a nova bomba Bredel APEX35. Este modelo foi selecionado tendo em vista o seu maior potencial de economia na manutenção no manuseio com abrasivos em aplicações de serviço intermitente. Os resultados foram impressionantes.

Resultados excepcionais

Durante os primeiros seis meses do teste, a APEX35 não exigiu manutenção alguma. Além disso, a única peça de desgaste nas bombas APEX é o mangote, que pode ser substituído rápido e facilmente (20 minutos), sem remover a bomba da linha de processo. Considerando que a substituição somente de um estator na bomba de cavidade progressiva custa cerca de € 1500, o retorno do investimento na compra de uma bomba nova APEX35 é extremamente curto. Além disso, há economia também nos custos de estocagem, uma vez que apenas os mangotes precisam ser mantidos em estoque.

 

High solids slurry transfer

Transferência de pasta abrasiva de lavagem

 

A nova bomba APEX35 da Watson-Marlow Fluid Technology Group está comprovando que pode diminuir significativamente a manutenção em um dos maiores fabricantes de componentes para transporte ferroviário, a Amsted Rail. Em um processo crítico de transferência de pasta abrasiva, o teste demonstrou que, em comparação com às bombas de diafragma operadas a ar, a Bredel APEX35 conseguiu prolongar significativamente os intervalos para manutenção programada na produção de estruturas e travessas laterais.

Scott Schuette, Gerente de Engenharia da Amsted Rail trabalhou com bombas Bredel no passado na companhia Elementis Pigments, e conseguiu passar para a Amsted Rail a confiança que possuía em relação à tecnologia da marca.

A nova bomba possibilita economia nos custos

Kurt Krummrich, gerente de vendas industriais da Watson-Marlow, explica: "A Amsted Rail usou bombas de diafragma pneumática (AOD) neste processo específico por muitos anos. A vontade de Scott de tentar algo novo, juntamente com os nossos comprovados argumentos de economia nos custos de manutenção na instalação de uma nova APEX35, conseguiu colocar-nos dentro do cliente."

Perfeitamente adequada para lidar com abrasivos

Ao manusear substâncias abrasivas, como pasta de lavagem, a maior vantagem das bombas APEX é que elas não possuem sobressalentes de manutenção de alto custo, como selos, válvulas, membranas, estatores, rotores ou gaxetas. Além do que as bombas APEX também são autoescorvantes e operam à seco.

Custos de manutenção significativamente reduzidos

A bomba Bredel APEX35 substituiu uma bomba pneumática (AOD) em um dos tanques de imersão da linha, funcionando com sucção inundada e praticamente sem pressão. Enquanto as bombas AOD precisaram de manutenção a cada duas semanas, a bomba APEX35 funcionou ininterruptamente por dez semanas sem qualquer manutenção. Além dos períodos de tempo de atividade significativamente mais longos, quando a manutenção da bomba APEX é necessária, economias adicionais são aparentes quando se vê que ela leva menos da metade do tempo para retornar às condições de operação que uma bomba pneumática (AOD), exigindo a troca apenas do mangote.

Economia de energia

Embora as bombas AOD tenham estado em uso por muitos anos, os objetivos de Schuette para o futuro são escolher bombas que não só reduzam a manutenção e o tempo de inatividade, mas que também não exijam ar comprimido para a operação.

Conclusão

Os benefícios do aumento do tempo de atividade e da continuidade do processo das bombas da APEX na Amsted Rail são claros, e a empresa pode esperar por economias substanciais em mão-de-obra e peças, além de um custo de propriedade bem reduzido.

Faça um tour virtual

# Especificações referem-se apenas aos modelos APEX 10/15/20

Especificações

  APEX10 APEX15 APEX20 APEX28 APEX35
Faixa de vazão contínua 2,8-280 l/hr 5,5-550 l/hr 8,7-870 l/hr 22-3.000 l/hr 45-5.300 l/hr
Faixa de vazão intermitente 2,8-390 l/hr 5,5-770 l/hr 8,7-1.200 l/hr 22-3.450 l/hr 45-6.200 l/hr
Capacidade 0,046 l/rev 0,091 l/rev 0,145 l/rev 0,095 G/rev 0,195 G/rev
Torque mínimo inicial 48 Nm 57 Nm 57 Nm 1.330 lbf-in 2.040 lbf-in
Diâmetro interno da mangueira

Ø 10 mm

Ø 15 mm

Ø 20 mm

Ø 28 mm

Ø 35 mm

 

Apex 10/15/20 dimensions 

APEX 10,15,20 dimension drawing

APEX 28/35 dimensions

APEX 28,35 dimension drawing

Princípio de bombeamento

APEX pumping principle

O princípio peristáltico de bombeamento da APEX trabalha alternadamente comprimindo e relaxando a mangueira entre a carcaça e o rotor, garantindo assim uma perfeita compressão. Enquanto o fluido é transportado através do rotor para a descarga da bomba, ocorre a alimentação da mangueira pelo fluido através do bocal de sucção da bomba.  Sem necessidade de selos, gaxetas ou válvulas, em todo o caminho, o fluido só tem contato com a parede interna da mangueira.

A manutenção consiste na substituição da mangueira, que leva poucos minutos.

Fichas Técnicas

APEX Hose Pumps

  • Contacte-nos

    Para encomendar este produto, por favor contate-nos em:

    Telefone: +55 (11) 2155-4000

    Fax: +55 (11) 2155-4001

    Você também pode nos enviar um e-mail ou encontrar seu distribuidor mais próximo